Enxaqueca Crônica - Proteja-se do frio e fuja das dores de cabeça
< VOLTAR

Proteja-se do frio e fuja das dores de cabeça

Publicado 04/07/2017
Enxaqueca crônica

Com a chegada das baixas temperaturas, é hora de falarmos sobre o impacto delas nos enxaquecosos, porque assim como o calor é um gatilho de dor para algumas pessoas, o frio também pode ser.

Isso pode acontecer porque as mudanças climáticas fazem com que o organismo precise se adaptar às novas condições de temperatura, especialmente quando elas são muito abruptas. Como o enxaquecoso já apresenta maior sensibilidade, qualquer necessidade de adaptação do organismo a estas mudanças pode sobrecarregar os mecanismos que já são frágeis e desencadear uma crise de dor de cabeça.

Para evitar que o frio te pegue desprevenido e te ajudar a controlar a temperatura do seu corpo, é importante estar sempre com o agasalho a postos. Além do corpo, lembre-se de proteger a região do colo e da cabeça. Quando a crise já estiver instalada, um banho quente e uma sopinha também podem fazer a diferença.

Embora as dicas sejam práticas, elas valerão ainda mais se o tratamento para enxaqueca crônica estiver em dia. Seguir as instruções do neurologista, tomar corretamente seus medicamentos, alimentar-se corretamente e praticar atividade física são essenciais. Se o seu organismo estiver munido de ferramentas preventivas, as baixas temperaturas terão menos impacto sobre você.

Se você já identificou que o frio é um gatilho para suas dores de cabeça, fale com o seu médico. Ele poderá te indicar manobras que melhorem o seu bem-estar durante as estações mais frias. 

O texto acima possui caráter exclusivamente informativo. Jamais realize qualquer tipo de tratamento ou se automedique sem a orientação de um especialista.



TESTE O IMPACTO DA ENXAQUECA NA SUA VIDA

Você já se perguntou “Quanto a enxaqueca me afeta?”. Faça o teste e descubra como a dor tem impacto em sua vida pessoal e profissional. O prejuízo pode ser maior do que você imagina!

SAIBA +
DIÁRIO DA ENXAQUECA

Baixe o aplicativo e anote suas atividades diárias e as informações sobre as crises de dor. Esses detalhes podem ajudar o especialista no seu diagnóstico! É rápido e simples.

SAIBA +
ENCONTRE UM MÉDICO

Localize os médicos, membros da Sociedade Brasileira de Cefaleia, indicados para diagnosticar enxaqueca crônica e prescrever o tratamento adequado para seu caso.

SAIBA +