Enxaqueca Crônica - 4 dicas práticas para um ano novo sem enxaqueca
< VOLTAR

4 dicas práticas para um ano novo sem enxaqueca

Publicado 16/12/2016
Enxaqueca crônica

Mais um ciclo se encerra, e com ele, também vem aquela sensação de “eu poderia ter feito diferente”. Em vez de se culpar pelo que não fez, pense positivo e faça deste sentimento um estímulo para mudar no ano que se aproxima. As crises de dor de cabeça foram mais frequentes do que desejava porque foi difícil seguir uma alimentação regrada? As horas de sono não foram suficientes porque você sempre vai dormir tarde e precisa acordar cedo? O estresse do dia a dia te consumiu?

 

É muito comum as pessoas fazerem planos e traçarem metas nesta época do ano. No entanto, para evitar as dores de cabeça é preciso mais que isso para começar com a mudança. Antes de tudo, trace metas reais, ou seja, que você conseguirá cumprir porque está dentro de suas possibilidades. Por exemplo, se você tem dificuldade para acordar cedo, não coloque como meta levantar às 5h para fazer exercício. Se você não conseguir, pode ser que já comece o dia contrariado. Hoje nós vamos te dar uma mãozinha com algumas dicas práticas:

 

Muitos gatilhos da enxaqueca podem estar diretamente ligados à alimentação. Se você não consegue abrir mão de alguns deles, procure alternativas. O chocolate é comumente relacionado ao desencadeamento de crises de dor, embora ainda não haja estudos comprobatórios a respeito. Assim, melhor substituir por outras opções de alimentos doces, mais naturais – como frutas.  Seu neurologista pode dar outras opções seguindo o seu tratamento.

 

E a qualidade do seu sono, como está? Se você deseja que suas noites de sono não sejam a causadora do próximo episódio de enxaqueca, observe sua rotina. Dentro das atividades que você executa durante a semana, o que de fato interfere na hora que vai deitar? Das tarefas que precisa realizar em casa, por exemplo, separe o que é urgente e o que pode ser feito no outro dia – o que também vale para a organização de tarefas do trabalho. É difícil criar uma rotina, mas tudo se encaixa melhor quando isso se torna um hábito.

 

Tendo consciência da sua rotina, agora é hora de determinar os melhores dias e horários para a prática de atividade física. Se você sai tarde do trabalho ou tem muitos compromissos à noite, talvez seja uma opção fazer exercícios dia sim dia não, lembrando que o ideal são 3 dias por semana ou 150 minutos na semana, sempre priorizando as atividades aeróbicas.

 

Por fim, assim como a ansiedade, o estresse pode ser o pontapé inicial para a enxaqueca. Diante de uma situação conflituosa, procure respirar fundo e pensar antes de reagir. Se possível, vá para outro lugar, respire e depois volte para falar ou fazer o que é necessário. Praticar atividades de relaxamento mental e corporal ajudam bastante a ter mais equilíbrio no dia a dia.

 

De tudo o que colocamos aqui, o mais importante que você precisa saber é que apenas você (e ninguém mais) pode tomar as rédeas da sua vida para que suas realizações para 2017 sejam melhores. Você é a única pessoa capaz de analisar seu ritmo e desenhar os melhores caminhos que levam ao seu bem-estar. Se o foco de todas as suas atitudes forem a sua saúde, consequentemente, a frequência e a intensidade das dores de cabeça também irão diminuir. Conte sempre com a ajuda do seu neurologista, pense no que é melhor para você e siga firme!

O texto acima possui caráter exclusivamente informativo. Jamais realize qualquer tipo de tratamento ou automedicação sem a orientação de um especialista.


TESTE O IMPACTO DA ENXAQUECA NA SUA VIDA

Você já se perguntou “Quanto a enxaqueca me afeta?”. Faça o teste e descubra como a dor tem impacto em sua vida pessoal e profissional. O prejuízo pode ser maior do que você imagina!

SAIBA +
DIÁRIO DA ENXAQUECA

Baixe o aplicativo e anote suas atividades diárias e as informações sobre as crises de dor. Esses detalhes podem ajudar o especialista no seu diagnóstico! É rápido e simples.

SAIBA +
ENCONTRE UM MÉDICO

Localize os médicos, membros da Sociedade Brasileira de Cefaleia, indicados para diagnosticar enxaqueca crônica e prescrever o tratamento adequado para seu caso.

SAIBA +