oi Enxaqueca Crônica : Depoimentos enxaqueca
< VOLTAR

Cassandra de Lima, 45 anos

Publicado 06/12/2016

"Já fui a todos os neurologistas da região onde moro e já tomei todos os medicamentos que você possa imaginar, mas a minha vida só mudou quando eu decidi que não dava mais para viver daquele jeito. O resultado de tudo isso é que estou 95% feliz da vida!"
Cassandra de Lima, 45 anos

“Minhas crises de dor de cabeça começaram desde quando eu era pequena, aos 8 anos de idade, e era minha vó quem cuidava de mim. Quando as crises de dor chegavam, ela corria para colocar rodelas de batata em minha cabeça para ver se passava, mas a melhora acontecia somente depois de 72 horas.

Já fui a todos os neurologistas da região onde moro e já tomei todos os medicamentos que você possa imaginar, mas a minha vida só mudou quando eu decidi que não dava mais para viver daquele jeito. Era muita infelicidade, sofrimento, mal humor, depressão, dias internada... Cansei!

Há três anos, eu comecei a estudar sobre o assunto e mudei radicalmente os meus hábitos alimentares. Não faço dieta, mas sempre escolho o que pode ser melhor para o meu corpo. Evito refrigerante, café, glúten, fritura, lanches de rua, chocolate, alimentos embutidos, corantes, gordura, e procuro comer a cada três horas, pois descobri que o jejum é um ímã para enxaqueca. No entanto, toda essa mudança alimentar se deu graças ao acompanhamento que faço com endócrino e nutricionista.

Hoje eu também tenho a percepção de que o desencadeador de dor de cabeça não é só a alimentação. A rotina agitada, as preocupações e o estresse podem contribuir para o início de um episódio doloroso, por isso caminho com meus cães para relaxar – o que também serve como atividade física.

O resultado de tudo isso é que estou 95% feliz da vida. Hoje eu tenho autoestima, ânimo para realizar minhas tarefas, bom humor.

Você precisa ter consciência de que o neurologista não faz milagre e é você quem precisa aceitar o que faz mal, o que começa uma crise e, a partir daí, mudar de comportamento. Não é fácil, mas qualquer um consegue. Os benefícios trazem muita qualidade de vida.”


TESTE O IMPACTO DA ENXAQUECA NA SUA VIDA

Você já se perguntou “Quanto a enxaqueca me afeta?”. Faça o teste e descubra como a dor tem impacto em sua vida pessoal e profissional. O prejuízo pode ser maior do que você imagina!

SAIBA +
DIÁRIO DA ENXAQUECA

Baixe o aplicativo e anote suas atividades diárias e as informações sobre as crises de dor. Esses detalhes podem ajudar o especialista no seu diagnóstico! É rápido e simples.

SAIBA +
ENCONTRE UM MÉDICO

Localize os médicos, membros da Sociedade Brasileira de Cefaleia, indicados para diagnosticar enxaqueca crônica e prescrever o tratamento adequado para seu caso.

SAIBA +